Contact us:

Any question, comment or suggestion? Please don't hesitate to contact us.


Madrid
Spain

+34 658572837

Enjoy the best parties around the world with all the confort and making new friends

Disfruta las mejores fiestas del mundo con todo el confort y nuevos amigos

Aproveite as melhores festas do mundo com o máxico de conforto e novos amigos

 

Blog

The Week: do Rio ao México!

Diogo Marques

Diário de Viagem [39] – Era uma vez The Week
INAUGURAÇÃO THE WEEK RIO DE JANEIRO - DIAS 12 E 13 DE DEZEMBRO ✽

Desci um ponto depois, segundo o mapa que levava impresso no ônibus. Era maio de 2008, garoava em São Paulo. Perdido, nervoso -- a ponto de ter vergonha de pedir a um taxista parar numa balada gay -- e animado, voltei ao galpão preto que pouco comunicava. Era minha primeira vez no número 324 da Guaicurus. Cheguei sozinho à The Week.
Turista na cidade --que conhecia pouquíssimo --, hospedado na Bela Cintra na casa de um primo hétero, pegador e baladeiro -- que não sabia dos meus, hum, gostos, e fazia de tudo pra me levar ao Royal, balada de mauricinhos da moda --, estava decidido a conhecer a boate sobre a qual muito lia sempre estando a 2,5 mil quilômetros de distância, em Recife, onde, cabra da peste no armário, esforçava-me a acompanhar as raves ultra-mega-hiper comuns à época.
Poucos meses antes, também sozinho, havia conhecido e me impressionado com a Bitch no Rio de Janeiro. Era muito estrear na noite gay com uma festa para mais de 6 mil pessoas na Fundição Progresso, ainda mais quando comandado pela música/reza de Offer Nissim. Obviamente não tinha idéia do dj, do lugar e muito menos dos frequentadores. Com 23 anos, esforçado na academia, senti-me um frango em meio a quilos de músculos. Era o auge do shape bomba, que felizmente (para mim) cedeu à definição.
Pois bem, havia chegado à The Week, mas demorei um pouco para reconhecê-la. Meu radar foi a vestimenta dos boys apressadamente entrando no local esmo: regatas, calças a ponto de explodir, alguma vanguarda. E, claro, o famoso Nike shox na balada, auge da época.
Com muita vergonha, olhando torto, entrei com estratégia pensada: enconstar-me à beira de uma coluna para entender a fauna, a flora e o ecossistema.
Para um observador, uma ida ao lugar basta. No mega clube de 6 mil metros quadrados que quase toda semana tem uma novidade de cenografia (uma pista para seu sucesso…), há espaços definidos, ou havia no meu tempo: pólo-boys segurando um drink no acesso à pista, loucos para ver e serem vistos antes de acessarem o camarote, confirmação de "status" oferecida pelo "cartão black". À frente do geniais djs Paulo Pacheco e Renato Cecin, principalmente do lado direito, os mais bonitos, já sem camisa. No lado esquerdo, colados na caixa de som, os que já estavam em outro planeta, sinal dado pelos óculos escuros estilosos ou de gosto duvidoso No meio, grupinhos, muitas vezes formados ali na hora, em momentos de confraternização animada. Atrás, travestis mais ou menos jeitosas, héteros de calça branca e alguns claustrofóbicos que não gostam do burburinho.
Do lado de fora, casais recém-formados se situando melhor um em relação ao outro, amigos cuidando de outros passando mal, solitários com olhos de águia e fumantes a caminho ou voltando do lugar reservado ao seu vício.
Não, não percebi todas as tribos na primeira ida, quando imóvel voltei sozinho pra casa ainda com a pupila dilatada -- àquela altura, somente por assistir tanta coisa passar à minha frente. Reforcei a geografia do lugar com o tempo, já morando em São Paulo e frequentador absolutamente assíduo da boate, onde fiz muitos amigos e encontrei amores de domingo e outros cujo projeto foi levado à frente -- aliás, adoro a discussão de balada gay é lugar pra gente casada. Argumentos mil…
A TW foi responsável por muitos momentos inesquecíveis da minha vida, como da vida de muita gente. Agora, sonhando alto com The Mansion, mais do que fã, somos colaboradores: em janeiro, a boate levará quem melhor responder "o que é o universo perfeito" à edição mexicana de The Mansion durante o Arena festival (infos abaixo)
Hoje, quando sua filial do Rio reabre e arrasta gente do Brasil e do mundo todo para certamente uma noite inesquecível, eu, em Madri, grito: que saudade! Ou melhor: até o Carnaval!

foto: Réveillon 10/11, com o meu querido amigo Yuri Rocha Braga, que conheci onde?

-------
PROMO THE WEEK

THE WEEK, ARENA FESTIVAL E AEROMEXICO LEVAM VOCÊ À PLAYA DEL CARMEN COM TUDO PAGO
O Arena Festival acontece entre 28/01 e 02/02 no México e a The Week embarca para Playa del Carmen com toda energia brasileira na bagagem e ainda leva dois amigos com tudo pago, num oferecimento da Aeromexico, companhia aérea parceira do evento.
Tudo que você precisa fazer para curtir todo o festival nesse paraíso mexicano, é se inscrever no canal da The Week no YouTube e responder à pergunta “O que é um Universo Perfeito para você?” nos comentários do vídeo no link: https://www.youtube.com/watch?v=JCmLkXjAstU
Mas seja criativo: apenas as duas melhores respostas ganharão a viagem com aéreo, hospedagem no HOTEL ARTISAN PROJECTO THE MANSION* além de vip para todas as festas do Arena.
Corra! As respostas serão recebidas até 20/12 e o resultado divulgado no dia 22/12.
*O prêmio (aéreo, hospedagem e vip das festas) é pessoal e intransferível. Não inclui alimentação. O ganhador deverá ter passaporte e não é necessário visto para o México.
Quem já está inscrito no canal também pode participar.
https://www.youtube.com/watch?v=JCmLkXjAstU